O pessegueiro

sábado, 31 de julho de 2010

Meus galhos
Sobem até o vidro da tua janela
E pedem para entrar.

E ali ficam:
O vento empurra as estações
E pinta de branco meus cabelos.

De vez em quando,
Vejo caírem lentamente
As flores do pessegueiro.

Sérgio Capparelli

About This Blog

  © Blogger template Writer's Blog by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP